terça-feira, 4 de outubro de 2016

Supremo


Carece de necessidade
a busca do infinito
quando à nossa volta
supremo
brilha por toda a parte
o paraíso

De coisas simples
se fazem
eternas alegrias

6 comentários:

Mar Arável disse...

A complexidade do simples

Abraço

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhoso. Gosto muito dessa imagem bem "madura"
Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

concordo
a simplicidade das coisas pode ser o (nosso) paraíso.
beijo
:)

Vieira Calado disse...

Obrigado! E aqui lhe mostro um outro videopoema meu O Pó https://youtu.be/TuztHs6loYw Cumprimentos!

deep disse...

A beleza das coisas simples. Belos, poema e imagem.

Suzete Brainer disse...

A beleza da simplicidade da arte da natureza
sempre encanta.
bj.