terça-feira, 19 de outubro de 2010

Infinito Azul


Porque será o infinito azul, se verde é a esperança e cinzento o pessimismo, quando negro é o luto? De azul sem fim se reveste o céu e nele se combinam todas as esperanças reunidas em cor. Se num cenário azul se projectar um abrigo da mesma cor e juntos formarem um quadro de subtis esperanças e firmes sentimentos, aí estaremos nós reunidos em corpo e alma.

3 comentários:

Anónimo disse...

Linda a foto, o Azul e a mensagem.
Mais uma vez, deves sentir-te orgulhoso.

smvasconcelos disse...

Não sendo apologista de paredes azuis (neste caso, as da habitação) sou fã do azul, e a tua foto está magnífica na ligação que faz entre o azul do céu e o da casa, quase fundindo os dois tons, homogeneizando essa cor sublime carregada de sentido (s).
beijos,

trepadeira disse...

Azul,azul que te quero verde,porque me traz esperança.
Casas azuis sempre ne fizeram muita impressão.Há um familiar,por razões pouco recomendáveis,tem a casa pintada de bronco com nervuras azuis.Parece querer gritar a falta de descernimento.
Um abraço,
mário