sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Murmúrios


Um murmúrio pode ser de tudo ou de quase nada, uma quase divagação ou preconceito. Confunde-se com um gemido que pode ser de dor ou do mais genuíno prazer. É um sussurro que deixa transparecer o que vai na alma, um lavar de angústias, depurar de tormentos e exorcismo de fantasmas. Murmuras porque temes ou porque tens esperança?

4 comentários:

trepadeira disse...

Uma fotografia magnífica.
Murmurar ou gritar por ambas as razões.
Um abraço,
mário

Anónimo disse...

Excelente fotografia!!!
Murmura-se por ambas as razões...

Anónimo disse...

Mais uma obra de arte! E uma reflexão a condizer.
Li

Marta Vasil disse...

Murmúrios que correm ao sabor doce ou à revelia do correr da água.
Soberba fotografia, soberba poesia!

Permita-me um abraço de admiração.