quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Passeio

Embora a foto tenha pouca nitidez, principalmente porque se trata de um recorte de um cenário mais geral, gosto muito dela, por isso a pus aqui. Dá uma sensação de liberdade, despreocupação, evasão e sempre com um ar nostálgico que o preto e branco e essa falta de nitidez lhe aportam. Não sei, é só a minha opinião, fica sujeita à crítica.

2 comentários:

trepadeira disse...

Os muros lembram-me sempre coisas muito tristes.
Espero que a liberdade,mesmo de bicicleta,venha até nós,se por ela lutarmos é claro.
Um abraço,
mário

smvasconcelos disse...

És tu que sobes de bicicleta?:)
Eu gosto da foto, sobretudo das tonalidades e do carreiro , aprentemente árduo, calcorroado pelo ciclista.
beijos,